Tuesday, May 29, 2007

Mais sobre o nefasto PLC 122/2006:

Aliquot Thematis
Artigos acerca de alguns temas do mundo, com base nos valores do cristianismo.


Documentos das Igrejas sobre o Homossexualismo »

O Mal da Sociedade Homofóbica
Estes são tempos de homosexualismo em alta em todos os pontos da mídia. O motivo: a lei contra o discriminação homosexual. Eu não preciso tecer um texto muito grande sobre o tema, pois embora ele seja atual, não é nada novo, os questionamentos acerca desse tema já estão em pauta há vários meses e há dezenas de artigos sobre o assunto. Mas o que me motiva e o que deve motivar toda a comunidade conservadora é o fato de que temos o compromisso, em nome da moral e da preservação das pessoas heterosexuais e de princípios afim (judaico-cristãos), de divulgar esta situação, sem cortes e coerentemente analisada, a todos os confins da pátria, antes que seja tarde demais para isso, afinal se essa lei for aprovada, qualquer cristão que dizer que ser gay é pecado poderá ir preso. Não só qualquer cristão, mas a medida estará valendo para qualquer cidadão de forma que são incluídos os sacerdotes e oficiais da Igreja, que estarão impedidos de professar livremente sua fé na Lei e na moral cristã. E como isso está acontecendo?
É muito simples. O projeto de lei contra a homofobia trata basicamente de uma reforma nas leis que tratam da discriminação. Uma das modificações, a mais importante talvez é a mudança no artigo 1 da Lei 7.716:
“Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de preconceitos de raça ou de cor.”
Com a modificação o artigo passa a ser:
“Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero, sexo, orientação sexual e identidade de gênero.”

Propaganda sobre a homofobia. Sob uma figura ingênua,
encoberta toda uma ação descabida e incostitucional.A visão da homofobia demonstrada nessas leis é algo de um exagero brutal. Em primeiro lugar, além do conceito sexo, é adicionado nessas leis o conceito de gênero e orientação sexual. A princípio tínhamos apenas o sexo masculino e feminino, conforme podemos encontrar na natureza e conforme foi feito na criação do Gênesis. Hoje, temos todos esses conceitos novos que são utilizados livremente nessas leis. Na visão dos ativistas GLS (isso ínclui os diversos estudiosos como psicólogos adeptos dessa visão moderna de sexualidade e os desocupados que fazem as festas e movimentos de orgulho gay), além do ser humano ter um sexo ele têm um gênero. De uma certa maneira o indíviduo nasce com um sexo e desenvolve um gênero, que o leva a ser transexual por exemplo. Nessa mesma trilha temos a orientação sexual, que o levará a desejar o sexo oposto ou o mesmo sexo.
“A mídia mostra todo este cenário como algo bom, correto e natural e de acordo com os artigos deste projeto de lei, a pederastia será livre em qualquer lugar.” Ou seja temos nesse ponto uma visão completamente deturpada da sexualidade humana, o sujeito passa a nascer sem sexo como um anjo e, de acordo com a sua livre vontade, vai escolher seu gênero e sua orientação sexual. Há alguns ditos especialistas que dizem que na verdade um indivíduo não escolhe ser gay, ele nasce assim. Tais teóricos jogam suas palavras ao vento com tanta emoção que nem se quer percebem o quanto ela é incoerente desde a sua raiz. Se a própria ciência humanista coloca o homem como mais uma espécie animal, como podemos ter uma sexualidade completamente oposta de uma espécie animal? Uma sexualidade que pode ir contra o nosso próprio sexo biológico? É claro que, bem armados, os especialistas vão usar os estudos psicológicos acerca da sexualidade humana para explicar estas diferenças no complexo desenvolvimento sexual do indivíduo. Que acaba também não sendo bem explicada, afinal, se o sujeito nasce gay, não houve desenvolvimento sexual nenhum, pois ele já nasceu assim. Enfim, tudo que é dito acerca da sexualidade do menino e da menina, pela própria psicologia, acaba mergulhada em uma grande confusão quando se coloca em pauta esta visão de orientação sexual, que no fim das contas eles, como bonequinhos de pilha, vão dizer que esses estudos ainda não estão concluídos.
Não quero entrar nas teorias acerca deste assunto, até porque elas nem são necessárias para defender a “terrível homofobia geral” da qual eles tanto precisam destruir, a bandeira homosexual está na mídia toda. Pelo que eu tenho visto não há uma só novela do horário nobre da TV Globo hoje que não tenha a sua cota de homosexuais. E não são meros e simpáticos gays divertidos, são verdadeiros “casais” homosexuais com direito a filho adotivo e tudo como se pôde ver nas últimas novelas. A mídia mostra todo este cenário como algo bom, correto e natural e de acordo com os artigos deste projeto de lei a pederastia será livre em qualquer lugar:
Art. 8º A - Impedir ou restringir a expressão e a manifestação de afetividade em locais públicos ou privados abertos ao público, em virtude das características previstas no art. 1º desta Lei. Pena: reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) anos.
“Os homosexuais são colocados como uma verdade louvável de forma que nenhuma ordem moral, ética, filósofica ou psicológica, conforme está escrito, pode discutir.” Art. 8º B - Proibir a livre expressão e manifestação de afetividade do cidadão homossexual, bissexual ou transgênero, sendo estas expressões e manifestações permitidas aos demais cidadãos ou cidadãs. Pena: reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) anos.
Este tipo de colocação na mídia, nos filmes, etc, não me interessa nem um pouco, pelo contrário, eu quero mais que os gays vivam em paz, eu só não quero é ser obrigado a ver gays se agarrando dentro dos templos ou a ter que criar meus filhos dizendo a eles que isso é correto. Isto é colocado no criminoso Art. 20 e no § 5º:
Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero, sexo, orientação sexual e identidade de gênero:
§ 5º O disposto neste artigo envolve a prática de qualquer tipo de ação violenta, constrangedora, intimidatória ou vexatória, de ordem moral, ética, filosófica ou psicológica.
Os homosexuais são colocados como uma verdade louvável de forma que nenhuma ordem moral, ética, filósofica ou psicológica, conforme está escrito, pode discutir. Esta última colocação me remete a raça pura sonhada por Hitler, uma raça superior e digna de incontestamento absoluto. Sim estamos a beira do nazismo. Sem contar que isto fere de maneira sangrenta a Constituição de nosso país, pois ela quebra completamente a liberdade de expressão religiosa. Padres e pastores estarão simplesmente proibidos de dizer a verdade bíblica acerca da sodomia homossexual.
Eu tenho fé que toda essa ação não irá decolar, ou então, mais um pouco e teremos que rasgar algumas páginas da Bíblia, cultuar os costumes de Sodoma e Gomorra, trazer de volta os bacanais romanos e nos tornar todos homosexuais, porque ser heterosexual vai acabar se tornando crime. Não falta muito, afinal nós já estamos num mundo onde os bandidos são defendidos como coitadinhos pelos direitos humanos e as classe média e alta colocadas como tiranos e opressores dos pobres. A moral não só se perdeu como se inverteu.
Mas tudo isso não é nenhuma novidade. Há 2000 anos, Cristo foi crucificado e Barrabás foi solto. E não faltou gente para aplaudir.

http://eudes.blog.br/?p=15

1 comment:

Ministério Amor Ágape - Semeando o Amor de Deus às Nações said...

Faço minhas as suas palavras, estamos em tempo de apostasia, Jesus está nas nuvens a espera do toque da trombeta para recolher sua igreja.
Deus te abençoe por este ato de coragem e coloco a disposição meu voto contra esta descabida lei.